fbpx

Categories:

Que o mercado PET não para de crescer já não é segredo para ninguém. Vários empreendedores, informais ou não, têm investido em diversas formas de ganhar dinheiro oferecendo soluções para as famílias que possuem um membro de quatro patas.

O problema de onde deixar o cachorro quando uma viagem de férias se aproxima ou até mesmo um compromisso curto que requer uma breve ausência, têm encontrado solução nos hotéis caninos, que inteligentemente se adequaram para receber e atender esta crescente demanda.

Ao mesmo tempo que cresce a demanda, cresce também a cobrança por qualidade no atendimento por parte dos clientes, e a observação e fiscalização por parte de agências governamentais como a vigilância sanitária.

Enumeramos abaixo alguns pontos que você deve observar caso esteja pensando em investir neste negócio.

 

 

Conheça o seu público

Parece um pouco repetitivo repetir esta frase para um empreendedor, mas nunca é demais lembrar que, se você pretende investir em um negócio, você precisa saber antes realmente quem são os clientes em potencial que podem utilizar o seu negócio.

Pesquise nas redes sociais, faça perguntas nas suas redes de contato, conheça os fornecedores locais e agende uma visita, pergunte quem eles indicam quando alguém pergunta sobre uma solução do tipo que você pretende oferecer e qual a frequência deste tipo de demanda.

Sair para campo e obter o máximo de informações só irá ajudá-lo a tomar as melhores decisões.

 

Saiba o espaço que você tem e o que você precisa

Cachorros precisam de espaço, e espaço adequado. E quanto mais você crescer e tiver clientes, mais espaço irá precisar. E mais um detalhe: cachorros fazem barulho. Juntos, eles tendem a fazer muito mais barulho. Partindo por estas informações, você deve iniciar sua busca por um lugar que reúna as condições de ser espaçoso, por exemplo uma casa com quintal grande, e que não tenha muitos vizinhos próximos. Um grande desafio! Comece sua busca em regiões comerciais que suas chances de sucesso serão maiores.

Dentro desta estrutura você irá precisar de espaço para recepção, banho e tosa, quartos e área de integração. Considere que um bom imóvel, bem localizado, e com um valor acessível é o primeiro passo para imaginar o seu negócio funcionando pra valer.

Monte sua equipe

Em posse das informações do público e do espaço, é hora de pensar no time que vai abraçar este projeto com você. É importante lembrar que ao escolher um hotel para seu cãozinho, a família vai optar pela opção que passar mais segurança. Os cães hoje fazem parte da família e as pesquisas já indicam que os donos pagam mais por serviços que garantem o bem estar e segurança dos bichinhos.

Você irá precisar de um funcionário que faça as funções de atendimento e agendamento dos serviços. Pelo menos 3 cuidadores que se revesem em turnos, pois você irá precisar de atenção e cuidados 24 horas com seus clientes caninos.

Um veterinário responsável de plantão é essencial e obrigatório para suas licensas e para passar segurança para os clientes. E considere em investir em um profissional para banho e tosa, pois além de ser um serviço diferencial que irá trazer retorno para o seu negócio, os seus clientes vão preferir receber seus bichinhos de volta limpos e perfumados, e se você não fizer isso, irá encontrar problemas com a concorrência.

Coloque na conta uma equipe de limpeza/serviços gerais. Manter o local limpo é essencial para conquistar os clientes e evitar problemas como disseminação de pragas como pulgas e carrapatos, que certamente são uma armadilha para este tipo de negócio.

 

 

Cuidado com a legislação

O próximo passo antes de abrir o seu negócio é cuidar de toda a burocracia que envolve ter um negócio que cuida de seres vivos.

Assim como qualquer outro empreendimento, um hotel para cachorros precisa obedecer a algumas leis e normas. Para se montar o hotel, é preciso obter uma licença especial da Vigilância Sanitária e de outros órgãos competentes relacionados com os cuidados dos animais.

Para formalizar o negócio, é preciso obter CNPJ, alvará de funcionamento, registro na Junta Comercial, cadastro no INSS/FGTS, enquadramento na Entidade Sindical Patronal e outros.

Tags:

No responses yet

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: